• document2
  • document

Ditadura Militar no Brasil: Censura no Jornal o Estado de São Paulo

Publicado em Pesquisa Científica Jor

A importância de retomar há um período histórico brasileiro em que a liberdade de expressão foi ameaçada, especificamente a imprensa principal mentora da opinião pública e a interferência autoritária do Estado no jornal impresso a partir do AI -5, ato institucional de 1968 que oprimiu a liberdade de expressão e rompeu com o regime democrático.

O estudo de caso é um dos métodos utilizados, resgatou-se a história do Jornal O Estado de São Paulo durante a ditadura militar brasileira. Foi utilizado também o método bibliográfico e o documental que se enquadram nos objetivos da pesquisa de fazer um trabalho além de informativo, acadêmico. Esta metodologia foi o guia de desenvolvimento da pesquisa. Foram analisadas matérias censuradas, os textos do Jornal Estado de S. Paulo no período de 1968 a 1975, o método utilizado pelo jornal nas linguagens verbal e não verbal. Os poemas de Camões, as receitas de bolos e a diagramação. O primeiro capítulo resgatou o fato histórico e os principais movimentos sociais que resultaram no Golpe Militar de 1964. O primeiro governo com o general Castello Branco até a falência do regime com o general João Batista Figueiredo. O segundo capítulo foi analisado os dois tipos de imprensa, a alternativa X a grande imprensa. O autoritarismo neste grande e difícil período de trevas, em que a população não recebia as informações próximas da realidade e os veículos de comunicação foram amordaçados sobre a feroz censura política. O objetivo da pesquisa foi analisar a censura imposta pelo Regime Militar no Brasil aos meios de comunicação, mais especificamente no veículo impresso o jornal O Estado de São Paulo no período de 1968 a 1975.

Orientador(a): Profª. Me. Carmen Rita Mauro Cagno

Aluno(s): GILSIMARA CARDOSO SANTOS, GUILHERME G. GONCALVES

Localização

FanPage